quinta-feira, 12 de julho de 2018

Cientistas da USP e da Fiocruz debatem sobre o uso do agrotóxico

Agrotóxicos, pesticidas, defensivos agrícolas ou produtos fitossanitários. Não importa o nome, a polêmica é sempre a mesma. São seguros? Fazem mal à saúde? Precisamos mesmo deles? É possível aplicar menos? Como regulamentar e fiscalizar o seu uso nas lavouras?
No próximo evento do projeto "USP Talks", dia 17 de julho, serão discutidas essas e outras questões e o público vai poder ouvir os argumentos de dois especialistas no assunto. Um deles é José Otavio Menten, professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba. Ele é engenheiro agrônomo, especialista em fitopatologia (doenças de plantas) e biotecnologia.
O outro convidado é Luiz Claudio Meirelles, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Ele é agrônomo, com especialização em saúde do trabalhador e ecologia humana.
O evento é gratuito e aberto ao público. A entrada é livre e por ordem de chegada até a lotação do auditório do Museu de Arte de São Paulo (Masp), localizado na Av. Paulista, n° 1.578. O horário é das 18h30 às 19h30.
Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do museu a partir das 16h30. Para quem não puder comparecer, haverá transmissão ao vivo pela página do "USP Talks" no Facebook: http://bit.ly/usptalks_21
O evento é realizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da USP e pelo jornal Estadão. O "USP Talks" é um projeto que tem como objetivo promover um debate qualificado com a sociedade sobre temas importantes do noticiário nacional.
E-mail para contato: eventosprp@usp.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário