quinta-feira, 14 de junho de 2018

Cerest faz campanha de conscientização contra a exploração da mão de obra infantil, na Paraíba

Equipes do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador de Campina Grande - PB (Cerest-CG) realizaram na noite dessa terça-feira (12), Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, uma ação de prevenção e conscientização contra a exploração da mão de obra infantil.
O trabalho aconteceu no Parque do Povo, local onde até o dia 8 de julho serão realizados os festejos do Maior São João do Mundo.
A ação de apoio à Campanha do Ministério Público do Trabalho (MPT) e Prefeitura de Campina Grande, que defende o slogan “Quando a Infância é perdida, não tem Jogo Ganho”, se propõe a combater o trabalho e a exploração sexual infantil no Parque do Povo, onde foram distribuídos materiais educativos (leques e cordéis, entre outros) abordando a temática.
Um desses cordéis já trabalhado pelo Cerest desde o ano passado trata sobre Acidente de Trabalho, com a adequação técnica de seus conteúdos em forma de versos, de autoria do poeta cordelista Rui Vieira.
Outro cordel distribuído – Erradicação do Trabalho Infantil –  defende o não trabalho infantil e alerta a sociedade para erradicar esta grave problemática.
Segundo a coordenadora do Cerest, Anna Karla Souto Maior, essa ação teve como meta sensibilizar os turistas e campinenses que frequentam o Parque do Povo durante os festejos juninos.
“Conversamos com os comerciantes para que não seja utilizada a prática da exploração do trabalho infantil e de adolescente”, ressaltou Anna Karla.
Também foi solicitado aos barraqueiros que evitem levar seus filhos para o Parque do Povo, tendo em vista que estes costumam ficar até de madrugada, quando a festa termina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário