quarta-feira, 9 de maio de 2018

Mais tóxicos do que se imaginava

Pesquisadores do governo dos EUA descobriram evidências de que alguns agrotóxicos populares - como o Roundup, produzido pela Monsanto há mais de 40 anos e líder de vendas no mundo - são mais tóxicos para as células humanas do que os ingredientes ativos sozinhos. No caso do Roundup, esse ingrediente é o glifosato. Isso é um grande problema inclusive porque, na hora de aprovar os registros, as agências reguladores pedem testes só com o ingrediente ativo. 
Enquanto isso, no Brasil, a votação do PL 6299/02, conhecido como Pacote do Veneno, foi adiada. Ainda não tem nenhuma informação sobre o assunto no site da Câmara, mas a movimentação em torno do projeto está em alta. A Plataforma #ChegadeAgrotóxicos divulgou um manifesto assinado por 271 organizações que repudiam o texto. O Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (DSAST/MS), do Ministério da Saúde, lançou nota se posicionando contra; a Fiocruz também. E o Conselho Nacional dos Direitos Humanos recomendou a rejeição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário