terça-feira, 24 de abril de 2018

Viúva de haitiano que morreu em acidente de trabalho em MT deve receber R$ 197 mil em indenização

Viúva do haitiano Similien Donable, de 46 anos, que morreu soterrado em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, em 2016, Elizabeth Donable deve receber R$ 197 mil em indenização pela morte do marido. O valor foi definido em audiência de conciliação na sexta-feira (20).
A audiência foi realizada com atuação de um intérprete de língua crioula haitiana e língua francesa.
Similen morreu soterrado após o desmoronamento de um barranco em uma obra naquele município. Segundo o Corpo de Bombeiros, Similien e um outro trabalhador ficaram completamente cobertos de terra depois do desmoronamento.
O segundo trabalhador foi resgatado com vida e encaminhado ao Pronto-Socorro municipal. Já o haitiano morreu no local.
Os dois trabalhadores faziam a instalação de manilhas para a drenagem de água em um novo loteamento quando um barranco de quase quatro metros desmoronou.
Durante a audiência, traduzida simultaneamente para a língua da viúva, propostas foram apresentadas pela empresa responsável pela obra. Uma delas foi aceita.
No acordo, ficou acertado que Elizabeth receberia uma casa e um montante parcelado em cinco vezes, até julho de 2019. O imóvel é avaliado em R$ 147 mil.
O restante, R$ 50 mil, em indenização por danos morais e materiais será pago em dinheiro.
Segundo a viúva, esse dinheiro será utilizado nas despesas com documentação e passagens aéreas para trazer os três filhos que ficaram no Haiti para o Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário