terça-feira, 20 de novembro de 2018

Impactos do e-Social na segurança e saúde ocupacional será discutido em Vitória (ES)

No dia 21 de novembro, com o objetivo de apresentar os Impactos do e-Social na cadeia da Segurança e Saúde Ocupacional (SSO) e Segurança e Saúde do Trabalho (SST), a Fundacentro do Espírito Santo promove workshop sobre “Impactos do e-Social na segurança e saúde ocupacional”, das 13h30 às 15h30.
O local do evento será no auditório da instituição situada à rua Cândido Ramos, nº 30 – Edifício Chamonix – Jardim da Penha – Vitória – ES.
Para ministrar o curso, a Fundacentro/ES convidou o especialista em direito trabalhista e previdenciário, Luis Augusto de Bruin. Luis Augusto também é professor em cursos de formação de Técnico de Segurança do Trabalho e consultor de empresas na área de políticas de prevenção.
O docente apresentará tópicos que englobam sobre as informações que serão enviadas ao e-Social; cenário atual e novo cenário; eventos do e- Social; repercussão do e- Social e o que muda na área de SST; obrigações e responsabilidades da empresa, insalubridade, periculosidade e aposentadoria especial; LTCAT e PP(P) , EPCs e EPIs, CAT, RAT e FAP; desafios e oportunidades para os profissionais de SST; impactos nas empresas, ministérios e trabalhadores, bem como os dez pontos estratégicos para preparar a área de SST para o e- Social.
A instituição oferece o workshop aos engenheiros de segurança do trabalho, técnicos de segurança do trabalho, profissionais de recursos humanos, médicos do trabalho, estudantes e demais pessoas interessadas no tema.
O pesquisador da Fundacentro/ES, Antônio Carlos Garcia Júnior, coordenará o evento. O interessado pode efetuar a inscrição online. Informações podem ser obtidas com Raquel, pelo telefone: (27) 3315.0040, ramal 220.

Veja folder do evento: 

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Encontro e lançamento de dossiê temático promovem debate sobre intervenção em saúde do trabalhador

A Fundacentro, a Faculdade de Saúde Pública (USP) e o CESTEH (Fiocruz), realizam, no dia 5 de dezembro, o 67º Encontro Presencial para discutir o tema “Intervenção em Saúde do Trabalhador”.
De acordo com os organizadores, a importância de trazer o tema para debate, se baseia no fato de que ações técnicas, institucionais e políticas, somadas a conhecimentos produzidos, devem estar vinculados à transformação das situações e condições de trabalho. Mas para se alcançar a efetividade dessas transformações no ambiente de trabalho, a articulação entre trabalhadores, agentes do estado, academia e dos serviços deve ser engajada e continua.
Para o professor da Faculdade de Saúde Pública, Rodolfo Vilela, a saúde do trabalhador reside em um campo sensível, pois tende a colocar limites na forma como acontecem as relações de trabalho e as condições de trabalho que afetam a saúde e a segurança.
Questionado sobre como a intervenção em saúde do trabalhador pode contribuir com um novo modelo no ambiente de trabalho, tendo em vista a reforma trabalhista, e a terceirização irrestrita, Vilela avalia o contexto atual de forma bastante delicada. “A intervenção em um contexto como o que estamos enfrentando ainda é uma incógnita, pois a tendência é o acirramento de conflitos, uma vez que o ativismo pela saúde do trabalhador poderá ser visto de forma negativa pelos próprios governantes e provocar uma diminuição dos espaços de intervenção seja por meio da ação pública ou nos espaços de negociação coletiva com vistas à melhoria das condições de trabalho”, observa.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Fuzil defeituoso explode e fere policial no Rio

Um fuzil defeituoso explodiu deixando um policial militar ferido na mão e no rosto, durante um tiroteio no complexo da Pedreira, na zona norte do Rio de Janeiro, na tarde de ontem (11).
Segundo a Polícia Militar PM), policiais do Batalhão de Irajá (41º BPM) faziam um patrulhamento próximo à comunidade Bin Laden, no complexo da Pedreira, em Costa Barros, quando foram atacados por criminosos.
Os policiais, de acordo com a PM, reagiram ao ataque e começaram a trocar tiros com os criminosos. Durante o tiroteio, o fuzil que estava com um dos policiais apresentou problemas e explodiu.
O policial foi encaminhado ao Hospital Central da Polícia Militar. A PM não forneceu informações sobre o estado de saúde do agente ferido, nem a sua identidade.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Pesquisa da Fundacentro sobre motivação para melhoria da SST apresenta primeiros resultados

Pesquisadores da Fundacentro realizaram uma pesquisa online junto aos dirigentes sindicais no Brasil sobre fatores que motivam a alta administração das organizações a se envolverem ativamente com a melhoria da segurança e saúde no trabalho. O convite para participação na pesquisa foi enviado por mala-direta da Fundacentro entre os meses de março e maio de 2018.
A pesquisa foi inspirada por um estudo publicado na Austrália na década passada, em que se procurou identificar e avaliar os fatores determinantes na motivação da alta administração, empresários e supervisores para o alcance de bons resultados na segurança e saúde no trabalho.
Segundo o coordenador da pesquisa, Rogério Galvão, tecnologista da Coordenação de Segurança no Processo de Trabalho, os dirigentes sindicais foram escolhidos como público-alvo por serem atores sociais frequentemente envolvidos em negociações relacionadas com a segurança e saúde dos trabalhadores.
Participaram da equipe de pesquisa os servidores Luís Fernando Salles Moraes, José Damásio de Aquino, Mauro Laruccia, Dalton Tria Cusciano e Sergio Antonio dos Santos, além do professor Alcides Barrichello da Universidade Mackenzie.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Palestra: "Técnicas de oratória aplicadas nos treinamentos de segurança e saúde no trabalho"

A Fundacentro do Espírito Santo, no dia 19 de novembro, das 13h às 17h, realizará palestra sobre “Técnicas de oratória aplicadas nos treinamentos de segurança e saúde no trabalho”, a ser realizado na própria regional, situada à rua Cândido Ramos, nº 30 – Edifício Chamonix – Jardim da Penha – Vitória – ES.
A palestra tem como objetivo desenvolver os conhecimentos e técnicas que auxiliam ao ministrar cursos, palestras, DDS e treinamentos na área da saúde e segurança do trabalho, com ênfase nos aspectos andragógicos, melhorando o poder de persuasão e envolvimento dos participantes.
Podem participar profissionais das áreas de saúde e segurança do trabalho, instrutores de treinamentos, professores, profissionais liberais que queiram melhorar o seu relacionamento comercial, estudantes e demais pessoas interessadas no tema.
Para ministrar a palestra, a instituição convidou a gestora em recursos humanos Eliane Belizário de Souza Gomes. Eliane também é especialista em docência de educação profissional, técnica em segurança do trabalho, instrutora de educação profissional em curso técnico de segurança do trabalho.
De acordo com a programação, os temas que serão destacados englobam oratória, características de um bom orador, elementos básicos da comunicação, razões fazem as pessoas nos ouvirem, obstáculos que atrapalham a comunicação, aspectos básicos para atrair os ouvintes, planejamento psicológico e planejamento técnico, como controlar o medo de falar em público, domínio prático e teórico do assunto, marketing pessoal, cuidados para ter qualidade e saúde vocal e andragogia (ensino de adultos).
O curso é coordenado pelo pesquisador da Fundacentro/ES, Antonio Carlos Garcia Junior. Informações podem ser obtidas com Raquel, pelo telefone: (27) 3315.0040, ramal 220.

Folder e inscrição:

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Manual Técnico do Curso Básico de Vigilância em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde

O presente Manual Técnico tem como objetivo subsidiar a formação de agentes de Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat) no âmbito da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast) e dos seus Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). A formação de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS), e também de outros setores do Estado e da Sociedade, para o exercício da Visat é um imperativo para fazer frente ao grave quadro de doenças, acidentes e mortes no trabalho, no Brasil. A implementação das ações de vigilância deve ocorrer nos diversos níveis da rede do SUS (nacional, estadual, regional, municipal). Para isso, a partir de suas estruturas, deve-se criar fluxos, pactuações e execução de atividades em articulação intra e intersetorial e na perspectiva interdisciplinar.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Congresso Sul-Mato-Grossense sobre Violências no Trabalho

De 12 a 13 de novembro, das 8h às 18h, a Fundacentro do Mato Grosso do Sul realiza o Congresso Sul-Mato-Grossense sobre Violências no Trabalho: Enfrentamento e Superação, o qual ocorrerá no Anfiteatro Salomão Baruki da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus do Pantanal, situado à rua Poconé, nº 000, bairro: Universitário - Corumbá - MS.
A Fundacentro/MS conta com a parceria do Trabalho Seguro: Programa Nacional de Prevenção de Acidente de Trabalho, do Getrin24, do TRT 24° Região, da UFMS Laboratório de Saúde Mental do Trabalhador – (LSMT UFMS CEPAM).
O objetivo é reunir pessoas de múltiplas inserções profissionais e sociais para discutir as diversas formas de violência relacionadas ao mundo do trabalho, bem como possibilidades de atuação em diferentes frentes e áreas, possibilitando o conhecimento e atuação em defesa da saúde, dos direitos humanos e sociais.